Skip to content

Do pó ao pó?

2 de novembro de 2014

Hoje foi dia de lembrar de quem já virou a esquina dessa existência e não mais podemos ver nem abraçar. Muitos dizem que não precisamos de um dia especial para isso, mas com a vida tão corrida que vivemos (ou corremos), muitas vezes nem lembramos direito de quem está aqui com a gente. Não fico orgulhosa de assumir isso, mas assim é.

Então, hoje lá fui eu levar flores, orações e meu carinho para esses companheiros de jornada que fizeram suas lições de casa antes de mim e já voltaram para a morada do Pai. Meus avôs e minhas avós, minha madrinha, meu primo, tios e tias, amigos. Tantas recordações.

Muitos também dizem que é bobagem visitar túmulos porque eles não estão mais ali. Verdade, as almas já partiram para a próxima etapa da jornada da existência. Mas é como se fosse um ponto de encontro, um lugar para dizer “oi, espero que você esteja bem, sinto saudade”.

A vida segue, o amor compartilhado fica para sempre, mas os abraços, o carinho, as conversas, os momentos compartilhados fazem falta. Eu evito pensar muito no passado para conseguir seguir em frente, mas hoje me permito. Sem drama, como que um parênteses para repetir alguns capítulos na memória e depois seguir escrevendo outros, até que a última página dessa história chegue.

No cemitério, uma placa na entrada diz “já fui como tu és, tu serás como eu sou”. Um lembrete de nossa condição transitória. Um dia, a cortina fecha, e voltaremos para nossa origem. Do pó ao pó? Talvez. Eu prefiro pensar que da luz para a luz. 🙏

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: