Skip to content

Olhos para ver

8 de outubro de 2014

Dia desses, peguei carona com meu irmão e, no banco de trás, fui batendo papo com o Vinícius. Primeiro, ele me chamou atenção para a linda lua cheia. “Quando fica mais escuro, ela fica mais brilhante.”

Depois, comentou sobre uma torre que está sendo construída na beira da estrada (eu, claro, nunca tinha percebido). Eu disse para ele “Você presta atenção em tudo pelo caminho, né?”. Aí ele, com toda fofura do mundo, mandou um “Sim, madinha. Eu tenho olhos.”

Simples assim. Tenho olhos para ver, então vejo. Presto atenção na beleza da vida, nas nuances, nas mudanças. Estou atento e aberto, interessado e ligado para não perder os pequenos grandes detalhes que fazem essa viagem aqui valer a pena.

Depois, fomos jantar juntos e, na pizzaria, ele batia palmas quando a comida chegava. Alegria pura pelas coisas simples, que são as importantes, da vida. Sem economizar gratidão nem felicidade, sem grandes agendas nem grandes expectativas, curtindo o momento presente por inteiro.

A madrinha sortuda deste garoto segue por aqui, pensando no quanto aprende (ou deveria aprender) com este pequeno grande sábio.

P.s.: a trilha de hoje é uma música que o pequeno ouviu várias vezes no repeat, principalmente os primeiros acordes. Pequenos prazeres. 😉

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: