Skip to content

O destino dos sonhos

18 de maio de 2014

Todo mundo tem seu “destino dos sonhos”, aquela cidade/país que sonha conhecer. O meu sempre foi Roma. Sempre fui fascinada por sua história de conquistas e glórias, e conhecer a cidade eterna era um sonho daqueles gigantes.

Em 2011, os astros me deram de presente de aniversário minha primeira viagem para Roma (essa história é verídica, mas meio longa, então conto outro dia). Não queria saber de ir para outro lugar, só queria conhecer bem a cidade que habitava meus sonhos há tanto tempo. Quando li “Comer, Rezar, Amar”, a vontade ficou ainda maior porque a autora descreveu a “minha” cidade com uma riqueza de detalhes tão maravilhosa que foi como se eu tivesse ido para lá por meio do livro (fazer a gente viajar sem sair do sofá sempre foi um dos super poderes dos livros, não é?).

Quando botei meus pés lá, o amor platônico virou realidade. As ruazinhas alaranjadas de Roma me receberam com aquele caos alegre tão próprio da cidade. Joguei minhas moedas na Fontana di Trevi e já voltei duas vezes…more to come, com certeza. 😉

Viajar é preciso, e minhas andanças me levaram para a Toscana (muito amor por Firenze e as pequenas e charmosas cidades de pedra ao longo do caminho), Veneza, Milão e Verona.

A cada viagem, fui entendendo que meu caso de amor não é com Roma, mas com a Itália toda. Cada região tem um charme próprio, cada cidade é um tesouro. Eu, uma polaca nascida no Brasil, me identifico muito com a cultura da Itália, sua história, a comida deliciosa, os vinhos perfeitos, o gelato, o idioma musical, o povo elegante, os homens sedutores. Por que? Não sei, só sei que foi assim…😉

Talvez seja história de outras vidas, talvez eu tenha uma alma italiana que quer voltar para casa, talvez seja apenas questão de identificação com o estilo de vida dia italianos (la dolce vita) e com o tanto de lindeza que tem por lá. Vai saber? Amor não se explica, apenas se sente. ❤️

Uma coisa é certa, não estou sozinha neste barco. O mundo está cheio de gente que morre (e vive) de amores pela Itália. Neste mundo dos blogs/sites, tem muitos fãs desta terra fascinante contando suas experiências. Gosto bastante destes abaixo, sempre cheios de histórias bacanas, dicas úteis e fotos deslumbrantes. Mas já aviso que você corre o risco de querer ir para o aeroporto hoje como se não houvesse amanhã. Depois não diga que não avisei…

http://delightfullyitaly.com/

http://tuscany-travel.blogspot.com.es

http://www.venice-italy-veneto.com

http://www.turismo.intoscana.it

Também não faltam livros contando histórias de pessoas (neste caso, mulheres) que se renderam aos encantos da bella Itália. A Elizabeth Gilbert escreveu meu muito amado “Eat, Pray, Love“, que acabou virando filme com a Julia Roberts. Ela passou os quatro primeiros meses da viagem em Roma, depois de passar por duas separações doloridas, porque queria recuperar o prazer pela vida em um lugar onde pudesse se maravilhar com algo novamente. No caso, com a comida e o idioma. Ela saiu de lá mais “gordinha”, e bem mais feliz.

Frances Mayes também foi curar um caso de coração partido na Itália. No caso, na Toscana. Acabou comprando uma casa por lá, onde reconstruiu a casa e a vida. A história virou um filme (Sob o Sol da Toscana) e é bem inspiradora. Cortona está na minha wish list por conta do filme, sem contar Positano (a terra do Marcello, rs).

Marlena de Blasi estava passeando por Veneza e lá conheceu, e se apaixonou, por um italiano que mudou sua vida, e seu endereço. Ela se mudou dos EUA para Veneza. De lá, foram para Toscana, e de lá para a Úmbria. As aventuras saborosas (incluindo receitas das delícias que ela provou e aprendeu preparar por lá) são contadas em quatro livros: “Mil Dias em Veneza”, “Mil Dias na Toscana”, “A Doce Vida na Úmbria” e “Antonia e suas Filhas”. O texto dela é de uma sensibilidade ímpar, e foi seu primeiro livro que me fez querer conhecer Veneza e o mercado Rialto.

Dia desses, descobri uma mulher chamada Judy Witts Francini, que “armou acampamento” em Florença e que tem entre as atribuições: professora de culinária (toscana, claro), escritora de livros sobre alimentos e “italian life coach“, algo como “coaching de vida italiana”. Duas coisas a dizer sobre isso: 1) quero fazer coaching com ela e 2) é isso que eu quero ser quando crescer. 😊

E você? Qual é o seu destino dos sonhos? Londres, Paris, Praga, Shangai, Bonito, Buenos Aires, Curitiba, Atenas, Salvador, Moscou, Barcelona, Santiago, Dubai? Qual é o lugar que faz seu coração bater mais forte?

Anúncios

From → Proseando, Viajando

4 Comentários
  1. Ubirajara permalink

    A Itália é realmente incrível…. Apesar de não ter gostado muito de Gênova, Veneza é fantástica sim e quero ainda conhecer outros lados…. Além da Itália, Croácia também vale demais ser visitada… Rovinj, Rijeka, Zadar, Split, Hvar, Dubrovnik…. e muito mais!!!!

  2. The world is that place… people are the place… the people that I can chat to about their lives… see their lives… see their work… learn their languages…learn about their values… people and places to me go together.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: