Skip to content

Devagar com o andor

14 de janeiro de 2014

Já diz a sabedoria popular: devagar com o andor porque o santo é de barro. Ou seja, se a procissão acelerar demais, o pobre santo pode cair do andor e, cataplaft!, se esborrachar no chão.

Esse ditado popular me veio à cabeça hoje, em meio a uma correria doida para dar conta do trabalho e da minha “to do list” de 2014. Me bateu um estresse do tipo “Jesus, hoje já é dia 14 de janeiro, não vai dar tempo!”. E olhe que já tomei algumas atitudes importantes e coerentes com o plano, rs.

Claramente a pessoa (no caso eu) tem problemas de ansiedade crônica. Pensa os 4.0 batendo à porta e você, literalmente, correndo atrás do prejuízo. Precisei dar uma bofetada psicológica em mim mesma, rs. Acorda, Alice, você não está no país das maravilhas, não tem milagre, não dá para colher sem plantar nem acelerar o tempo até chegar na parte do “foram felizes para sempre”. Até porque, se fizesse isso, estaria perdendo toda a diversão, não é?

O mantra do momento, mais do que nunca, é “respira, expira, não pira”. Um passo de cada vez, sempre em movimento, mas sem atropelar a vida. Vamos devagar porque eu estou com pressa. Afinal, o mundo não vai acabar amanhã. E também, se acabar, acaba-se a lista de objetivos junto com ele. Melhor tratar de aproveitar o caminho enquanto não chego ao destino. 😉

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: