Skip to content

Esportes corporativos

2 de novembro de 2013

Gosto de ouvir histórias. Boas histórias contadas por gente que sabe contar histórias. Sempre se aprende alguma coisa.

Essa semana, ouvi algumas boas histórias de executivos que já escreveram várias e sabem contá-las. Um deles, visionário e ficado em pessoas, fez uma metáfora para as dinâmicas das empresas que me fez pensar. Ele disse que o segredo do sucesso é jogar frescobol em vez de tênis.

No tênis, há uma rede separando os jogadores, tornando-os adversários. O objetivo é colocar a bola no chão da outra quadra para marcar pontos. Um perde, o outro ganha.

No frescobol, não há rede, e o objetivo dos dois jogadores é não deixar a bola cair. Se um fez uma jogada não tão boa, o outro se joga no chão para recuperar. Os dois ganham.

No mundo corporativo, sai na frente quem consegue montar equipes e criar um clima que favoreça o frescobol. Sem competições, sem bola na cara, sem jogada agressivas, todos jogando juntos para não deixar a bola cair. Estranho como, às vezes, áreas competem entre si para ver quem tem razão (ou culpa) em vez de colocar energia em atender bem os clientes e atingir resultados.

E você? Tem jogado mais frescobol ou tênis? #parapensar

http://youtu.be/btPJPFnesV4

20131102-110036.jpg

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: