Skip to content

Da série: as séries que amamos

20 de outubro de 2013

Adoro séries, desde sempre. Anjos da Lei, Barrados no Baile, MacGyver e Melrose são algumas das primeiras nas quais viciei, lá atrás. Se é jovem e nunca ouviu falar disso, o Google te conta tudo.

Acho uma delícia acompanhar as aventuras dos personagens, com suas voltas e reviravoltas. Quando vejo na TV, fico doida esperando o próximo episódio. Por isso, prefiro comprar em DVD e fazer “imersões”, assistindo um capítulo atrás do outro.

Só teve uma vez que desisti de uma série. Comecei a assistir Lost e não conseguia parar. Ficava até tarde assistindo e quando ia deitar ficava ansiosa pensando na história. Chegou um ponto em que aquele monstro/fumaça/sei lá o que me deu nos nervos de tal forma que larguei mão. Até hoje não sei como acabou. Alguém aí podia me contar se aquele povo todo estava morto mesmo? 😊

Aqui, minha listinha das séries favoritas, de hoje e de sempre.

Policial

CSI é o favorito disparado! Demais ver a montagem do quebra-cabeças com base em pequenas evidências. Meu favorito é o original (o de Las Vegas), com o elenco das primeiras temporadas. O de New York é bacana também, mas o de Miami acho chatinho.

Além destes, gostava bastante do Whitout a trace (Desaparecidos) e o Cold Case.

Épico

Roma, por razões óbvias. Excelente produção cobrando as aventuras de Júlio Cesar, Marco Antonio e cia. Também gostei bastante de Spartacus, porque sou apaixonada por essa parte da história.

Reinos e espadas

Game of Thrones, fantástico! Já vi duas temporadas e agora aguardo a terceira. A série é baseada nos (5) livros do George R. R. Martin. Comprei todos, mas só consegui ler dois, porque são grandes e complexos e ainda por cima comprei em inglês. Pelo que li, posso dizer que a série é bem fiel aos livros. A trama é daquelas cheias de surpresas que te deixam perplexo, pensando “não acredito que isso aconteceu!”. Definitivamente, the winter is coming.

Releitura

Essa é fácil: Once Upon a time! Curti muito a sacada de trazer os personagens dos contos de fadas para o “mundo real”, com nuances surpreendentes. Seria a madrasta da Branca de Neve capaz de amar? E a Chapeuzinho Vermelho, seria mesmo tão indefesa? Só assistindo para saber.

Amigos para sempre

Tem de ter Friends na lista, claro. Divertido demais da conta. O Ross é o meu favorito.

Obviamente, não poderia faltar Sex in the City. Amo muito! Bom demais acompanhar as quatro amigas em sua busca pela felicidade regada a cosmopolitans e outfits de babar. Impossível não se reconhecer nas alegrias e perrengues daquelas quatro amigas inseparáveis. Para ficar ainda melhor, só assistindo junto com suas BBFs (best friends forever). Gosto muito da Carrie, a escritora que narra as histórias em tom de conversa, mas acho que sou mais parecida com a Miranda.

Vampiros me mordam

Que Edward, que nada! Gosto mesmo é dos irmãos Salvatore, de Vampires Diaries. A dualidade desses vampiros, oscilando entre o bem e o mal, é humana demais. E o Damon é absolutamente delicioso, oh lá em casa, deuso. Um bônus e tanto, né?

Paixão do momento

Downton Abbey é genial! A produção da BBC é perfeita e nos transporta para a Inglaterra de 1912 com uma riqueza de detalhes que é de babar. A história começa com o naufrágio do Titanic, passa pela primeira guerra mundial e segue mostrando a transformação do mundo no pós guerra. Impossível não se apaixonar pelos aristocratas donos da propriedade e pelos seus criados, cujos caminhos se cruzam de forma surpreendente. Os personagens são tão complexos, e os atores estão tão bem, que você vai do amor ao ódio em poucas cenas. Em um momento você quer socar um, para daqui a pouco chorar de pena do mesmo ser. A história reserva surpresas duras de enfrentar, entender e aceitar, mas assim é a vida, e esse é um dos motivos que me fez amar essa série. Vi três temporadas em um piscar de olhos e cá estou eu, ainda tentando me recuperar do choque que foi o final da terceira. So sad! Quero só ver o que será da Lady Mary na quarta temporada.

Começando a assistir agora

Band of Brothers, que conta a história real da Easy Company durante a segunda guerra mundial, começando justamente na noite das noites, que antecedeu o Dia D. Chapa muito quente. Vi dois episódios e achei muito bom! Forte e triste, porque retrata o inferno na terra à perfeição, mas muito bem feito. Hoje tem mais. O bom de ter começado agora é que ainda tenho vários episódios para ver. 😉

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: