Skip to content

Metamorfose ambulante

29 de setembro de 2013

A voz continua a mesma, mas os meus cabelos, ah, quanta diferença. 😊

Quem é vintage como eu, vai lembrar dessa propaganda de shampoo. Quem não é, joga no Google que deve resolver.

Estava mexendo em fotos antigas e achei engraçado olhar aquela polaca de olhos azuis com aquele cabelão na altura da cintura. Faz tempo que abandonei as longas madeixas, que estão cada vez mais curtas.

Mudança pouca é bobagem. O esmalte branquinho deu lugar ao vermelho. Os perfumes suuuper doces, que eu amava, deram espaço a cheiros um pouco mais frescos, suaves. Vinho doce deu lugar ao seco. Ainda prefiro carne bem passada, mas já não sofro tanto se não estiver exatamente assim. Me dei a chance de experimentar novos sabores. Alguns gostei e incorporei. Outros…bem, pelo menos agora sei como é.

Finalmente fui a um show da banda favorita. Viajei sozinha. Perdi o medo de falar inglês. Aprendi a dizer não e a dizer sim. Aprendi a me posicionar. Deixei de escrever diários secretos e passei a escrever um blog.

Fiquei mais decidida e menos doce, mas um pouco da ternura ainda existe. A essência está aqui, mas muita coisa foi mudando ao longo do caminho. Incluindo o caminho. E assim vai continuar, porque vida e mudança são, definitivamente, sinônimos.

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: