Skip to content

Resiliência é…

9 de julho de 2013

Sair da cama quentinha em uma manhã fria e chuvosa. Sem soneca.
Passar o dia em cima do salto, com o pé doendo, porque scarpin preto dá aquele up no visual.
Agüentar firme na fila até chegar sua vez de ser atendido.
Esperar aquele vestido “divo” entrar na promoção.
Aguardar atendimento no call centre “sem estar perdendo a paciência”.
Comer toda a comida sem atacar a sobremesa antes. Mesmo que seja “aquela” sobremesa.
Esperar o “parabéns para você” antes de atacar os brigadeiros.
Não responder “sim” quando o atendente da companhia aérea pergunta se você está carregando algum objeto cortante ou explosivo na bagagem de mão.
“Sorrir e acenar” em vez “levantar, mirar e atirar”.
Dar uma baita topada no mindinho e seguir andando, toda fina, como se nada tivesse acontecido.
Seguir sendo você, mesmo quando este não é o modelo que está na moda.

Anúncios

From → Proseando

2 Comentários
  1. Lindo Zeiloca. Especialmente a última parte. Seguir sendo vc mesmo quando não é este o modelo que está na moda. Amor próprio, sem ser esnobe. Gostar de si mesmo, mesmo quando parece que vc é a única pessoa do mundo a ter esse sentimento. Por que no fundo só parece.
    Obrigada pelo post lindo! Um beijo de quem está reaprendendo a se amar bem devagarzinho, em slow motion, mesmo nos dias de curas instantâneas.

    • Um passo de cada vez, no nosso ritmo, sem pressões deste mundo histérico. E a certeza de que tem muita gente bacana, de verdade, para nos ajudar e caminhar conosco. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: