Skip to content

Gol contra

28 de junho de 2013

A vida é mesmo um esporte coletivo, não tem jeito. Nos agrupamos e reagrupamos várias vezes, seja na vida pessoal, seja na profissional. Queremos por perto gente que ajude, que some, que jogue para o time. Queremos bem longe quem joga sujo, quem dá canelada, quem simula falta.

Como é bom jogar junto. Como é bom ver a rede balançar. Como é gostoso jogar com garra, com alegria, suor e lágrimas, até na prorrogação e pênaltis, se for preciso. Defender, armar a jogada, subir para o ataque e fazer o gol. Sair cansado de campo, mas comemorar juntos o resultado.

E como é triste quando alguém marca gol contra, de propósito. No futebol, isso não acontece, mas na vida, sim. Gente perna de pau, que atira para dentro do forte, merece uma vaia daquelas bem grandes. E expulsão por jogo feio, anti fair play. O duro é que na vida, diferente do futebol, a regra nem sempre é tão clara, e não tem tira-teima. Aí, já viu, o jeito é torcer para o juiz ser bom.

http://youtu.be/DBFrd21pMFo

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: