Skip to content

Pátria Minha

17 de junho de 2013

Que o Brasil é uma panela de pressão (faz tempo), todo mundo sabia. De uns dias para cá, começou a chiar bem alto, daquele jeito que antecede uma explosão. Não se fala de outra coisa a não ser os tais protestos. Parte contra, parte a favor, parte muito pelo contrário.

Por um lado, é emocionante ver as pessoas se mobilizando por um país melhor. Por outro, me dá medo porque me parece que tem mais aí do que consigo ver. Que temos motivos para protestar, não se discute, temos muitos: corrupção, desigualdade, injustiças de todo tamanho, falta de investimento em educação e saúde, impostos absurdos etc. Mas passamos por questões muito mais afrontantes sem mobilização semelhante.

Ok, concordo que os vinte centavos foram a gota d’água, ou a fagulha que acendeu o rastilho de pólvora, mas alguma coisa está estranha. Parece tudo errado: o jeito dos manifestantes se posicionarem e o jeito da polícia agir/reagir. Violência nunca foi solução. Os dois lados parecem perdidos. No meio da multidão, fica difícil saber quem está protestando, quem vai na onda, quem está colocando lenha na fogueira para ver o circo pegar fogo. Até onde isso é “o acordar do gigante adormecido”, um desejo de revolução ou outra forma de manobrar a massa.

A Copa do Mundo está em foco, mas penso que o evento que pode mudar o país também acontece de quatro em quatro anos, mas se chama eleição. Que essa revolta toda chegue às urnas, porque é aí que mora o verdadeiro poder da democracia. É assim que a gente mostra “que um filho seu não foge à luta”.

E na hora de ir para as ruas, que seja em paz, para colocar argumentos em discussão, não para fazer guerra. Que a gente discuta ideias, não troque pedradas. Quando as ruas viram campo de batalha, todos perdem.

E que a gente pare de dizer que tem vergonha do Brasil, vergonha de ser brasileiro. Não tem nada de errado com o país, o problema são as pessoas que por aqui se aboletaram. Tipo, nós. E se o problema somos nós, a solução também é. Acorda Brasil.

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: