Skip to content

Faxina na Alma

9 de maio de 2013

A gente segue vivendo, sempre ocupados, sempre correndo, e nem percebe que, aos poucos, a alma vai empoeirando. Todo o dia, alguns grãos de pó se depositam em sua alma que, ocupada com as batalhas que tem para lutar, não percebe que vai perdendo o brilho.

São as coisas que acontecem e são aquelas que, por mais que você peça ao universo, teimam em não acontecer. São as coisas que você não quer que aconteçam e aquelas que você tem medo de que não aconteçam nunca. As coisas ditas, e as palavras silenciadas. As perguntas sem reposta, e as respostas que a gente não entende. O frio que chegou de novo e te achou sozinha. Os amigos que você não consegue ver, os livros esperando para serem lidos. A reforma por fazer, a viagem por marcar. A agenda maluca, mas com espaço sobrando em algumas áreas importantes. Medo, TPM que te faz comer uma barra de chocolate, as vitrines que insistem em exibir tentações. Suas imperfeições, e as do mundo.

Um dia, a alma toma um susto e percebe essa poeira toda e decide que é tempo de faxina, de lavar a alma. E faxina precisa de água, e água da alma é lágrima, então a alma chora até perceber que tudo voltou a brilhar e está perfumado com coragem e esperança.

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: