Skip to content

As voltas que o mundo dá. Ou um ensaio sobre a mudança

22 de abril de 2013

Nada do que foi será, de novo, do jeito que já foi um dia. Tudo passa. Tudo sempre passará. A vida vem em ondas, como um mar, num indo e vindo infinito.

Sempre gostei dessa música do Lulu Santos, tanto porque a melodia é uma delícia quanto por acreditar piamente no que diz a letra. Impressionante como as coisas – e as pessoas – mudam. O que ontem parecia impossível, hoje passa a ser natural. O que era difícil vira fácil, o que era novo, vira rotina.

Lembro que, quando comecei a trabalhar (era outro século, rs), eu, vinda da roça, era tão tímida que ficava vermelha até para dizer bom-dia para as pessoas. Liderar uma reunião, fazer uma palestra, gerenciar uma equipe não combinam com um ser assim, certo? Bom, pelo menos no meu caso, errado. Não digo que foi fácil, mas sempre tive muito apoio e fui aprendendo aos poucos, um passo de cada vez. Hoje, continuo sendo tímida, mas não sofro mais com isso e acho que consigo navegar bem com as pessoas e situações apesar disso. Aliás, acho que ando bocuda demais, rs. O que era sacrifício, ficou natural. Santo tempo que coloca tudo na perspectiva correta, benditas as pessoas que aparecem na vida da gente para ajudar e ensinar.

A primeira vez que viajei de avião, achava desconfortável com aquela “logística” toda de check-in, bagagem, avisos de cabine etc. Hoje, minha segunda casa é o aeroporto de São José dos Pinhais (que todo mundo diz que é de Curitiba, mas não é). Adoro viajar, seja a trabalho, seja por lazer. Só não gosto de fazer e desfazer malas, eca. É como diz o pai de uma amiga querida: quem diria que aquela polaquinha que andava de carroça ia ficar voando para lá e para cá? Bom, eu não diria, com certeza. Quando participava das primeiras reuniões e projetos, ficava pensando “como esse povo dá conta de fazer essas coisas tão difíceis?”. Hoje eu seu que o que é fácil e o que é difícil realmente depende do contexto e da sua experiência, ou da falta dela.                                                                                                            

Durante minha viagem a Londres, tive a felicidade de encontrar duas amigas brasileiras. Conheci as duas há bastante tempo, no trabalho. Hoje, uma mora em Londres, e a outra em Hong Kong. Nos dois encontros, aquela euforia que se sente ao reencontrar pessoas queridas, e aquela sensação gostosa de “parece que foi ontem”. Tempo e distância não são barreiras para amizade verdadeira. Amigos se olham e se sabem. No meio daquelas tantas conversas (tanta coisa para perguntar, para saber), o comentário inevitável: “quem diria que um dia a gente estaria colocando a fofoca em dia em Londres, com fish and chips e vinho rosê (as duas, como eu, gostam dessa bebida deliciosa e de cor linda, cheers!)?”

Coisa boa saber que tem pessoas que gostam de você espalhadas por esse mundão. Que felicidade viajar e sair da rotina, e que benção ter seu canto (e seus queridos) para voltar. Coisa boa é aprender, crescer, mudar. Privilégio poder fazer suas escolhas e, se não gostar do “rumo da prosa”, poder mudar a rota. Coisa boa é sonhar e realizar os sonhos, e que sorte viver uma realidade tão boa que você nem se atreveu a sonhar. 

O mundo dá voltas, muitas voltas. A cada hoje que chega, somos diferentes do que éramos ontem. A cada amanhã, água nova terá passado embaixo da ponte. Mantemos nossa essência, mas acrescentamos nuances na medida em que vamos experimentando a vida. Gosto dessa metáfora e sigo repetindo: a vida é um livro com páginas em branco, e as histórias ficam por conta da gente. Fico só pensando nas encontros com as amigas daqui a 10 ou 15 anos. Até consigo ouvir o “quem diria, heim? 🙂

 

Anúncios

From → Proseando

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: