Skip to content

365 páginas em branco, o começo.

2 de janeiro de 2013

Escrever um blog é uma vontade antiga, que venho adiando por várias razões. Falta de tempo, preguiça, falta de conhecimento sobre a ferramenta*… Olhando agora, percebo que não eram bem razões, mas desculpas…

Às vésperas do Reveillon, uma amiga querida me perguntou se eu já tinha feito minha lista de resoluções para 2013. Confesso que não tinha feito e, quando comecei a pensar nisso, percebi que a minha lista tinha mais perguntas do que de resoluções. Resumindo, descobri que, nessa altura da vida, tenho mais dúvidas do que certezas.

Depois de uma surtada básica (como assim, não sei o que quero da vida?), pensei que, no final das contas, as perguntas não são um problema. Na verdade, elas apenas indicam que estamos vivos. Alguém já disse que o que move o mundo são as perguntas, não as respostas. Nunca concordei tanto com isso.

Assim, comecei o ano novo com a minha lista de perguntas, feliz da vida. Aos poucos, transformo as respostas em resolução. Ou não. 

Mas, ariana que sou, um tantinho teimosa, resolvi que teria pelo menos uma resolução. Acho que escrever sobre a vida pode me ajudar a encontrar as tais das respostas. Ou, quem sabe, a mudar as perguntas. E cá estou eu, escrevendo a primeira das 365 páginas em branco. Na dúvida sobre o tema do primeiro post, decidir começar por mim.

Zeila (assim mesmo, com Z. Não é Sheila, nem Leila, muito menos Zélia) porque minha mãe conhecia uma polaca com esse nome, de quem gostava muito e, quando eu nasci, ela não teve dúvidas sobre como iria batizar a sua polaca. Maria para não arrumar encrenca com o padre na hora do batizado (afinal,  Zeila soa um tanto pagão). Valaski porque, apesar de não parecer, sou polonesa com certeza.

Tenho 38 anos, nasci em uma família pequena em número mas grande em valores — não os materiais, mas aqueles que realmente contam. Já casei, já separei, agora estou sozinha. Trabalho na mesma empresa há quase 15 anos. Comecei a trabalhar com educação corporativa por acaso, e continuo por convicção.

Sou tia e madrinha do menino mais lindo do mundo (não que eu seja coruja, apenas estou estabelecendo um fato), e dona de dois anjos de quatro patas — Bob & Marley — que cuidam mais de mim do que eu deles.

Amo livros, sempre amei, sempre vou amar. O mesmo vale para música e filmes. Há poucos anos descobri que viajar é uma das melhores coisas da vida, e não quero parar mais — de preferência, sempre fazendo escala em Roma. Sentar à mesa com bons amigos, boa comida e bom vinho é a melhor das terapias.

Falando em música, adoro uma trilha sonora. Por isso, decidi que, para cada post que fizer, vou escolher uma música tema. Achei que a estréia combinava com U2, e cá está a primeira trilha.

A primeira página já não está mais em branco. Tenho outras 364 páginas para ir vivendo e escrevendo.

 * como vocês podem ver pelo “layout” do blog, continuo não dominando, desculpa aí.

Anúncios

From → Proseando

26 Comentários
  1. Célia Leão permalink

    Uau!!! Vamos aguardar ansiosos pelas 364 outras crônicas…Nada como viver o aqui e o agora. Mas que é delicioso antever e esperar pelo futuro,isso é mesmo!!! Trilha sonora boa – sugiro incluir someday, somehow um Rod Stewart básico em homenagem à sua amiga aqui…rsss Cheers, sucesso!!!!

    • Célia querida, obrigada pelo carinho! Quanto ao Rod Stwart , já está anotado. Ele será a trilha do post (coming soon) sobre gentileza.

  2. Zeila,
    Desejo a você feliz 364 páginas em branco! Curta bastante o sentar, pensar, escrever, duvidar e divida conosco sempre!

  3. Parabens pelo blog Zeila. Bem vinda ao mundo “virtual”… se é que ele existe.

  4. Inara permalink

    Que coisa linda de se ler! Sucesso pra vc e pro seu blog. Já estou seguindo! Bjo doce.

  5. Glam girl, o blog ter saído do papel é “culpa” sua. Obrigada pela inspiração e pela amizade.

  6. Flavia permalink

    Zeila, que alegria imensa tive hoje em ver que voce esta praticando seu dom. Voce tem muito talento, adoro ” te ler”. Parabens!!! estarei te seguindo por este mundo maravilhoso dos livros e dos filmes!! Me considero sua fa numero 1!!!!

  7. Zeiloca, vc vai amar esta experiência. O meu “derepenteeucom30”, que agora está desativado, foi uma festa. Amei escrever cada post, ler cada comentário e me deliciei com todo o processo. Seja muito feliz no seu blog novo. Vou adorar ler cada texto. Um beijo enorme e sucesso na busca das respostas. Ou melhor, na formulação de mais perguntas.

    • Obrigada, Ju! Eu amava o seu blog, e sinto falta daqueles textos deliciosos. Vou curtir ter você “por aqui”. Bjs

    • Ale Surek permalink

      Ah, por isso que eu não li mais, então, né Dona Juju? E a gente bem que falou dela ontem mesmo, né Zeiloca? Ai ai ai…

      • Verdade, Ju. Eu e a Ale somos fãs do seu blog e estavamos comentando que você tinha parado de postar. 😦

  8. Zeila, parabéns primeiro pela decisão em escrever e, segundo pela maneira simples e agradável com que escreve. Eu já estou há alguns anos no mundo virtual, no meu caso mais focado no mundo corporativo. Boa sorte,
    abraços baianos

  9. Fabrizio PAIVA permalink

    sempre gostei do jeitão que você escreve no Facebook; prosa poética ou poesia prosaica, não importa, mas sempre com humor e verdade, ambos às vezes levemente ácidos, pois todos os sabores da vida estão aí disponíveis para serem provados, testados, repetidos ou odiados.
    Parabéns por ter iniciado a execução uma super resolução de ano novo. “não para, não para, não para não…“ : )

    • Não vou parar com a escrita mutante (prosa/poesia), desde que eu tenha “companhia” por aqui. Não me deixem só, rs.

  10. Laura permalink

    Eu amei seu post Zeila. Vc ja sabe que eu adoro a sua inspiração poética. Que texto leve, do tamanho que cabe em você e na gente. Já to seguindo. Curti a sua trilha. Aqui vai a minha, “popzinha” e meio adolescente: “say” do john mayer. … Say what you need to say… 😉 beijos laura

  11. Oi Zeila, parabéns por este blog, adorei a iniciativa. É ótimo escrever um blog, e você é ótima escrevendo (alé de ótima pessoa, amiga e cliente). Um abraço! Nei

  12. Domi permalink

    Querida! Muito legal… Meu irmāo também tem um blog. Na Tampa da Caneta é o nome… Visita e acho que poderá ter ideias. Beijos e boa sorte! Domi

  13. Zeila, parabéns você sempre teve este talento. Será muito bom, poder ler suas histórias. Sucesso!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: